Toyota do Brasil vence, pela 2ª vez consecutiva, o Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental - CIESP

Toyota do Brasil vence, pela 2ª vez consecutiva, o Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental

Pela segunda vez consecutiva, a Toyota do Brasil foi o destaque do Prêmio Fiesp de Mérito Ambiental. Desta vez, com o projeto “Melhoria na eficiência e introdução de nova tecnologia no processo produtivo para redução na emissão de compostos orgânicos voláteis”.

A cerimônia de entrega da 15ª edição do prêmio, realizada nesta quinta-feira (4) no Espaço de Eventos da entidade, encerrou a XI Semana do Meio Ambiente da Federação e do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo. Também receberam menção honrosa as empresas Baxter Hospitalar, Conpacel, Elekeiroz, Juarez Pinheiro Cotrim, Klabin e Solvi.

Para o presidente do Conselho de Meio Ambiente (Cosema) da Fiesp, Walter Lazzarini, esta premiação é uma prova do envolvimento da entidade, há mais de uma década, com as questões relacionadas ao meio ambiente, e este compromisso se deu especialmente na gestão Paulo Skaf. “A casa tem postura cidadã em defesa do Meio Ambiente”, resumiu.

“O prêmio demonstra a relação entre órgão ambiental e setor produtivo, neste momento ímpar que se faz a reformulação da Cetesb”, enfatizou Fernando Rei, presidente do órgão ambiental, que compôs a comissão julgadora. “As empresas vão além da conformidade e submetem sua boa prática ao prêmio, incentivando outras empresas a fazerem o mesmo”, completou Rei.

Quase o triplo de inscritos
O êxito do Prêmio tem se consolidado a cada ano. Tanto que em 2009 o número de inscritos saltou de 12 para 31, apresentados por 27 empresas – a maior parte dos setores elétrico, químico, eletrodomésticos e de papel e celulose.

Este é o segundo ano seguido que aToyota do Brasil Ltda. vence oPrêmio. Em 2008,conquistou o primeiro lugar com o trabalho “Projetos de Energia Renovável e de Eficiência e Conservação de Energia em Processos Produtivos e Não-Produtivos” (clique aqui para saber mais).

Roberto de Souza Braga, gerente de meio ambiente das plantas de São Bernardo do Campo e Indaiatuba, recebeu o troféu, o diploma e o selo de Mérito Ambiental pela empresa. Saiba mais sobreo projeto ganhador, aqui.

Foram concedidas ainda menções honrosas às seguintes empresas: (veja os cases de cada uma delas nos links abaixo; arquivos em pdf)

Baxter Hospitalar Ltda. – Plano de redução do consumo de energia;
Conpacel – Consórcio Paulista de Papel e Celulose – Central de compostagem;
Elekeiroz S.A. – Unidade de anidrido ftálico;
Juarez Pinheiro Cotrim ME – Substituição de combustível da cerâmica Luara;
Klabin S/A – Ampliação, otimização e modernização da planta de energia da unidade Monte Alegre da Klabin com redução do consumo de combustíveis não renováveis e emissões atmosféricas;
Solvi Participações S.A. – Sistema integrado de evaporação de percolado movido à biogás de aterro sanitário.

A Comissão Julgadora foi composta por representantes de 15 entidades, entre elas, ABES, ABNT, BNDES, Cetesb, Fundação SOS Mata Atlântica, IPT, Ibama, Polícia Militar Ambiental, Revista Meio Ambiente Industrial, Senai, USP, Unesp e Unicamp.

Gargalos da indústria – diagnóstico
Nelson Pereira dos Reis, diretor do Departamento de Meio Ambiente da Fiesp, lembrou, na abertura da cerimônia, que houve uma discussão prévia nas 42 regionais do Ciesp para culminar, na XI Semana do Meio Ambiente, com a apresentação do documento “O Estado de São Paulo que queremos”, diagnóstico que compila os principais gargalos enfrentados pela indústria paulista na área ambiental.

Solange Sólon Borges, Agência Indusnet Fiesp