Skaf ressalta importância de princípios éticos no empreendedorismo - CIESP

Skaf ressalta importância de princípios éticos no empreendedorismo

 

O presidente do Ciesp e da Fiesp, Paulo Skaf, abriu o 5° Encontro Jovem Empreendedor na manhã desta quinta-feira, em Americana. No evento organizado pelo Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Ciesp, com apoio do Sebrae e da Unisal, Skaf ressaltou a importância de os jovens empresários assumirem postura ética na condução da atividade privada, com foco no respeito à sociedade e ao Brasil. “Nada é mais importante que os princípios de honestidade, transparência, respeito ao ser humano, lealdade e a palavra dada. O jovem tem esses princípios naturalmente e não deve abrir mão deles”, sublinhou.

 
Dirigindo-se a uma platéia de 250 pessoas, na maioria jovens empresários, Paulo Skaf argumentou que a preservação desses valores é necessária para que o país concretize conscientemente as reformas estruturais que precisa para garantir o desenvolvimento econômico. “Se vamos resolver os problemas de infra-estrutura e buscar inovação tecnológica, temos que fazer isso de forma honesta e transparente, pois é isso que vai nos auxiliar a conduzir os assuntos para que as coisas aconteçam corretamente.”
 
O presidente do Ciesp reforçou sua confiança no futuro do país. “Hoje vejo os jovens e sinto que essa geração vai mudar o Brasil. Sejam bons brasileiros, sejam corretos. Não abram mão de seus princípios”, aconselhou.
 
Vida pública e empreendedorismo
Presente no 5° Encontro, o ex-presidente do Ciesp e da Fiesp, Carlos Eduardo Moreira Ferreira, também aconselhou o jovem empreendedor a assumir posição pública, para contribuir com a melhoria da realidade socioeconômica brasileira. “Os jovens precisam usar bem seu poder de liderança, tendo maior participação na vida política, defendendo princípios e não o seu próprio negócio. Eles têm de compatibilizar a vida empresarial com a vida pública, porque sem política não há empresa. As coisas andam juntas, patrão e empregado se desenvolvem juntos e os políticos precisam ter o termômetro da realidade”, declarou Moreira Ferreira, que foi precursor do NJE quando presidente das entidades.

O diretor titular do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Ciesp, Marcos Andrade, assegurou a Paulo Skaf e a Moreira Ferreira, que as ações dos 21 grupos ligados a diretorias regionais da entidade não ficam “só na palavra”. Garantiu que o engajamento do grupo é forte em todas as bases do Ciesp onde está representado. “Buscamos formar os melhores gestores, porque estamos na escola da ‘mãos à obra’ e aprendemos com os exemplos deixados pelos líderes do passado e hoje por meio da liderança do presidente Paulo Skaf”, declarou. 

 

Andrade disse também que o NJE se pauta pela formação de novas lideranças que sejam capazes de impulsionar a produção baseada no associativismo. Referindo-se às atividades do NJE no estado de São Paulo, Andrade afirmou: “Temos o compromisso de ser a ‘tropa de elite’ do presidente Paulo Skaf no interior paulista”.

Agência Ciesp de Notícias
Nivaldo Souza
26/06/2008