Senai de Santos coloca 319 profissionais no mercado de trabalho - CIESP

Senai de Santos coloca 319 profissionais no mercado de trabalho

A Escola Senai Antonio Souza Noschese, de Santos, realizou na noite desta quinta-feira (4), no Mendes Convention Center, a entrega de certificados para 319 formandos.


Os novos profissionais chegam ao mercado num momento de alta demanda nas empresas, especialmente nos setores da metalmecânica e construção civil, além das boas perspectivas com a exploração de petróleo e gás na bacia de Santos, que deverá movimentar várias cadeias industriais.


Os diplomados são dos cursos de Aprendizagem Industrial e dos cursos técnicos de Automobilística, Eletroeletrônica, Instrumentação/Controle de Processos Industriais e Informática aplicada a redes de comunicação. “Muitos deles já estão com emprego certo”, afirmou o diretor da unidade, Claudemir Facco de Oliveira.


A cerimônia de formatura recebeu cerca de 2 mil pessoas, incluindo os próprios formandos e seus familiares. A emoção, a cada diploma entregue, marcou uma noite inesquecível para eles.

O presidente da Fiesp, Ciesp e do Sesi/Senai-SP, Paulo Skaf, patrono das turmas, destacou o empenho de cada um na busca de uma boa colocação profissional. “Estes jovens chegam ao mercado num momento em que há grande demanda de profissionais bem qualificados”, lembrou.


Um mercado em potencial
Com efeito, só a Petrobras deverá demandar mais 20 mil profissionais até 2013, garantiu o gerente geral da Unidade de Negócios da Bacia de Santos, José Luiz Marcusso, paraninfo das turmas do ensino técnico.

“Esperamos contar mais uma vez com o Senai, nosso parceiro em todo o Brasil”, afirmou Marcusso. Segundo ele, em março próximo, a Petrobrás deverá renovar contrato com a instituição para um novo ciclo de capacitação profissional, no âmbito do Programa de Mobilização da Indústria Nacional do Petróleo e Gás (Prominp).


Desde 2007, quando firmou a parceria com a companhia, o Senai qualificou cerca de 45 mil trabalhadores para diversas ocupações – montador de andaimes, revestidor, soldador, entre outras. Desse total, 15 mil trabalhadores foram capacitados em 16 escolas do Senai paulista, incluindo a unidade santista.


Em 68 anos de história, o Senai de São Paulo já colocou 20 milhões de profissionais no mercado, e a cada ano o número de matrículas tem superado a casa de 1 milhão.


Rubens Toledo, Agência Ciesp de Notícias