São Caetano é 2ª região do estado com mais demissões industriais em abril - CIESP

São Caetano é 2ª região do estado com mais demissões industriais em abril

A pontuação negativa (-2,63%), em abril, do nível de emprego industrial da Diretoria Municipal do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) de São Caetano do Sul, rendeu à região a 2ª posição no ranking de demissões de 36 regiões pesquisadas pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da entidade, em termos percentuais.

Foram demitidos 500 trabalhadores pela indústria do município, no sexto mês consecutivo de demissões. Os segmentos responsáveis foram: Veículos Automotores e Autopeças (-5,65%), Máquinas e Equipamentos (-2,46%) e Produtos de Metal (-2,46%). Somente o setor de Produtos Alimentícios contratou (2,03%).

Na comparação com abril de 2008, o cenário atual é inferior. Naquele mês o índice foi positivo (3,33%). Em 2009, a região apresenta quadro de retração (-8,99%), com 1.800 demissões. Nos 12 últimos meses, o índice também é negativo (-11,30%), respondendo pela corte de 2.300 vagas na indústria.

A Diretoria do Ciesp Diadema também registrou queda (-1,22%) no índice de emprego industrial de abril. O corte atingiu 700 trabalhadores. Os setores responsáveis foram: Equipamentos de Informática, Produtos Eletrônicos e Ópticos (-5,25%), Maquinas e Equipamentos (-4,73%), Veículos Automotores e Autopeças (-1,75%) e Produtos de Metal (-1,70%). Queda maior foi evitada pelo desempenho positivo do segmento de Produtos Diversos (11,24%).

Em relação a abril de 2008, o quadro está piorado. Naquele mês do ano passado, o índice pontuou positivamente (1,06%). Em 2009, a redução no número de vagas (-6,52%) representa a demissão de 3.200 trabalhadores da indústria. Em 12 meses, o índice também pontua negativamente (-11,47%), com o corte de 5.500 postos.

Em Santo André, onde a Regional do Ciesp compreende quatro cidades, o recuo do índice de emprego industrial (-1,19%) em abril significou a demissão de 700 trabalhadores, no sexto mês consecutivo de cortes de vagas. Os setores que puxaram a queda foram: Máquinas e Equipamentos (-18,28%) e Produtos de Metal (-0,80%). Resultado pior foi freado pelas contratações registradas nos segmentos de Produtos de Minerais Não-metálicos (3,92%) e Veículos Automotores e Autopeças (1,20%).

Comparado com abril de 2008, quando o índice foi positivo (0,41%), o índice apresentou piora. Em 2009, a região registra corte (-6,27%) de 3.900 vagas. Em 12 meses, o saldo é negativo (-5,23%) em 3.200 empregos industriais.

São Bernardo Campo teve índice com pontuação negativa (-0,93%) no nível de emprego industrial de abril, com a redução de 800 postos na indústria local. Os ramos que demitiram foram: Produtos de Metal (-4,69%), Metalurgia (-2,58%) e Veículos Automotores e Autopeças (-0,99%). Somente Produtos de Borracha e Plástico contratou (1,52%).

Na comparação com igual período de 2008, abril último foi pior ante a elevação (-3,09%) do índice naquele mês. Em 2009, a região apresenta corte (-3,21%) de 2.700 vagas industriais. Em 12 meses, o acumulado também é negativo (-3,21%), com 2.800 demissões.

A Regional do Ciesp Cubatão, formada por três municípios, também registrou recuo no índice em abril (-0,11%). Foram suprimidos 10 postos na indústria da região. Os setores responsáveis foram: Produtos de Metal (-1,01%) e Metalurgia (-0,33%). Já o segmento de Produtos Químicos contratou (0,31%).

Em relação a abril de 2008, o quadro atual está piorado. Naquele mês o índice foi positivo (0,29%). Em 2009, o saldo também negativo (-5,23%), representando a demissão de 600 trabalhadores. No compilado dos últimos 12 meses, a região pontua recuo (-3,34%) de 400 postos industriais.

Em Santos, onde a unidade do Ciesp atende a seis municípios, o índice de emprego industrial de abril foi positivo em 2,33%. Houve contratação de 100 trabalhadores. Os segmentos com maior nas admissões foram: Confecções de Artigos do Vestuário e Acessórios (7,19%), Máquinas e Equipamentos (5,70%) e Produtos Alimentícios (1,59%). Somente o ramo de Móveis contratou (-7,14%).

Comparado ao mesmo período de 2008, o índice registrou em relação aquele mês (-0,03%). Em 2009, o saldo da região é positivo (1,34%), com a contratação de 100 trabalhadores. Já na soma dos últimos 12 meses, o quadro é de queda (-4,08%): 300 demissões.

Mariana Ribeiro e Nivaldo Souza, Agência Ciesp de Notícias