Mercado e vendas sobem no Sensor; expectativa para emprego supera pior fase - CIESP

Mercado e vendas sobem no Sensor; expectativa para emprego supera pior fase

O resultado da primeira quinzena de maio do Sensor (53,2 pontos) demonstra recuperação diante das apurações anteriores, que, em abril, estiveram mais próximas do ponto neutro – 49,5 e 51,4, respectivamente.

“O Sensor agora ganha aspecto positivo, capitaneado especialmente por mercado [58,4] e melhoria das condições de venda dos setores, com 60,4 pontos, o que não ocorria desde outubro do ano passado”, afirmou Paulo Francini, diretor-titular do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) da Fiesp/Ciesp.

Segundo o diretor, o item estoque (44) dá indícios de que o excesso de produtos estocados vem sendo absorvido, e que a produção poderá se ajustar à demanda. Já o item investimento ficou estável, com 50,9 pontos.

A expectativa dos agentes quanto aos postos de trabalho marcou 52,3 pontos na quinzena. “Isso nos mostra que a pior fase para o emprego na indústria paulista está sendo abandonada”, reforçou Francini.

Ele ponderou que parte do que se entende como redução de queda, no entanto, pode ser lido como uma recuperação sazonal do mês de abril. “A estabilidade, nesta fase, significa parar de cair. Parece que estamos num rito de passagem para a recuperação, mas a realidade ainda está embaçada”, frisou.

Veja o Sensor na íntegra

Mariana Ribeiro, Agência Ciesp de Notícias