Jaú lidera contratação da indústria no estado em abril, com a criação 6 mil vagas - CIESP

Jaú lidera contratação da indústria no estado em abril, com a criação 6 mil vagas

A Diretoria Regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em Jaú, formada por 11 municípios, lidera em termos percentuais as contratações realizadas pelo setor produtivo paulista em abril.

Com a criação de 6 mil vagas, um aumento de 21,23% em relação ao mês anterior, a região ficou na frente entre as 36 áreas do estado avaliadas pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) do Ciesp.

As admissões foram puxadas pelos setores de Produtos Alimentícios (60,44%) e Coque, Petróleo e Biocombustíveis – principais segmentos do ramo sucroalcooleiro. Resultado melhor foi prejudicado pelas demissões verificadas em Couro, Artigos para Viagem e Calçados (-2,86%) e Produtos de Borracha e Plástico (-2,53%).

Em relação a abril de 2008, o número de contratações é superior ao bom desempenho daquele mês (11,72%). Em 2009, o índice apresenta aumento de aumento de 6.500 vagas (23,05%). Já a soma dos últimos 12 meses é de retração (-0,85%), com a déficit de 200 postos de trabalho.

Em Bauru, onde a Regional do Ciesp abrange 17 municípios, o índice de emprego industrial de abril se recuperou, após quatro meses de queda, pontuando alta (0,28%). Foram criadas 100 vagas, puxadas pelos segmentos de Confecção de Artigos do Vestuário e Acessórios (3,64%), Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos (0,77%) e Produtos Alimentícios (0,37%). Resultado pior foi impedido por demissões verificadas em Produtos de Metal (-2,59%) e Produtos de Borracha e Plástico (-1,45%).

Comparado com abril de 2008, o índice apresenta piora, pois naquele mês o percentual foi mais expressivo (1,03%). Contudo, em 2009 o saldo regional é negativo (-3,82%) em 1.000 postos de trabalho industrial. Na soma de 12 meses, a redução (-1,68%) representa 400 demissões.

No Ciesp Botucatu, formada por 41 municípios, registrou alta (0,37%) no índice de emprego industrial de abril, com a criação de 100 vagas geradas pelo setor produtivo regional. Os setores que mais contribuíram para o resultado foram: Produtos Alimentícios (3,10%) e Produtos Têxteis (1,87%). Resultado melhor foi evitado por demissões verificadas em Produtos de Minerais Não-metálicos (-2,70%) e Veículos Automotores e Autopeças (-2,36%).

Na comparação com abril de 2008, o quadro regional apresenta piora, pois naquele mês o resultado foi mais expressivo (7,29%). Em 2009, a região apresenta saldo positivo (4,23%), com a admissão de 1.600 trabalhadores. Já no acumulado dos últimos 12 meses, o cenário de baixa (-1,01%) é responsável demissão de 400 trabalhadores.

Na Regional do CiespMarília, composta por 29 municípios, o índice de emprego industrial de abril segui em ritmo de queda pelo sexto mês (-0,42%). Foram demitidos 200 trabalhado. Os setores responsáveis foram: Produtos Têxteis (-6,70%), Coque, Petróleo e Biocombustíveis (-6,67%) e Produtos Alimentícios (-1,14%). Desempenho inferior foi evitado por contratações registradas em Artefatos de Couro, Artigos para Viagem e Calçados (5,91%).

A comparação com março de 2008 apresenta quadro piorado, pois naquele mês o índice foi positivo (1,38%). Em 2009, a região pontua queda (-3,99%) no número de vagas industriais, com o corte de 1.700 trabalhadores. Em 12 meses, o recuo é ainda maior (-5,94%): 2.500 dispensas pelo setor produtivo.

Mariana Ribeiro e Nivaldo Souza, Agência Ciesp de Notícias