Indústria de Rio Claro é a 2ª do estado que mais contrata em abril - CIESP

Indústria de Rio Claro é a 2ª do estado que mais contrata em abril

O índice de emprego industrial na Diretoria Municipal do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em Rio Clarounidade composta por sete municípios – registrou alta de 9,9% em abril.

A região foi a segunda colocada entre 36 áreas do estado avaliadas pelo Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos (Depecon) do Ciesp, com 5.100 novos postos de trabalho criados pelo setor produtivo local – atrás somente de Jaú (21,23%), que gerou 6.000 vagas.

As contratações foram puxadas pelo desempenho positivo dos setores de Produtos Alimentícios (66,06%) e Produtos de Metal (5,45%). Resultado melhor foi freado por demissões verificadas nos segmentos de Produtos de Minerais Não-metálicos (-3,41%) e Máquinas e Equipamentos (-3,81%).

O cenário é superior ao registrado em abril de 2008, quando o índice também pontuou positivamente (4,09%). No ano, a região acumula 9% mais vagas, cerca de 4.600 postos de trabalho na indústria. A soma dos últimos 12 meses, contudo, aponta redução de vagas (-2,80%), com a demissão de 1.400 trabalhadores.

Em Americana, onde o Ciesp atende a três municípios, o índice teve variação positiva de 1,13% em abril. O setor produtivo da região contratou 400 trabalhadores no mês, após cinco meses de demissões. Os setores responsáveis foram: Produtos Alimentícios (42,35%) e Produtos Têxteis (0,64%). Melhor desempenho foi impedido pelos cortes de pessoal realizados pelos segmentos de Máquinas e Equipamentos (-5,48%) e Veículos Automotores e Autopeças (-5,34%).

Em comparação a abril de 2008, o quadro atual é melhor, pois naquele ano o índice apresentou alta moderada (0,71%). Em 2009, o índice pontua queda (-3,59%), com a demissão de 1.200 trabalhadores. No acumulado dos últimos 12 meses, a redução é ainda mais acentuada (-8,62), aproximadamente a 2.800 postos de trabalho na indústria regional.

Na Diretoria Municipal do CiespSanta Bárbara D’Oeste, o índice de abril apresentou crescimento (0,82%). Foram contratados 100 trabalhadores pela indústria de Produtos Alimentícios (29,51%), Móveis (3,33%) e Produtos Têxteis (0,83%). Variação positiva maior foi impedida por admissões realizadas pelo setor de Máquinas e Equipamentos (-2,93%).

O cenário atual é inferior ao verificado em abril de 2008, quando o índice pontuou 1,86% mais vagas na indústria. Em 2009, a região apresenta saldo negativo (-0,80%), com a demissão de 100 trabalhadores pelo setor produtivo. Nos últimos 12 meses, contudo, o quadro é positivo (0,10%), com a contratação de 20 pessoas.

Na Regional do Ciesp Limeira, unidade formada por três municípios, houve criação (0,32%) de 100 postos de trabalho pela indústria. Os segmentos responsáveis foram: Produtos Têxteis (4,55%), Produtos de Madeira (3,57%), Produtos Químicos (2,04%) e Produtos Diversos (1,67%). Maior número de contratações foi barrado por dispensas verificadas no setor de Móveis (7,69%).

O resultado foi inferior ao verificado em abril de 2008, que pontuou aumento nas contratações (1,05%). Em 2009, a região apresenta queda (-0,61%) de 200 vagas. Na soma de 12 meses, o saldo também é negativo (-1,28%), com 400 dispensas pela indústria.

Piracicaba, onde o Ciesp atende nove municípios, pontuou positivamente em abril (0,28%). Foram criadas 100 vagas pelos segmentos de Coque, Petróleo e Biocombustíveis (17,23%) e Produtos Alimentícios (4,62%). Resultado melhor foi impedido por cortes de postos efetuados pelos setores de Produtos de Metal (-4,95%) e Máquinas e Equipamentos (-2,65%).

O cenário atual está piorado, quando comparado a abril de 2008. Naquele mês, o índice pontuou alta de 6,71%. Em 2009, a região apresenta quadro de retração (-0,19%), com a demissão de 100 trabalhadores industriais. A soma dos últimos 12 meses também verifica recuo (-9,71%), com o corte de 4.200 vagas na indústria regional.

Mariana Ribeiro e Nivaldo Souza, Agência Ciesp de Notícias