Feirão do Imposto mostra o fardo dos tributos no bolso do cidadão - CIESP

Feirão do Imposto mostra o fardo dos tributos no bolso do cidadão


Evento na Fiesp/Ciesp revelou que a maioria dos brasileiros desconhece quanto arca na hora de comprar produtos e pagar contas

 
No último sábado (27), a sede da Fiesp/Ciesp em São Paulo abrigou o “Feirão do Imposto”, uma iniciativa da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) com o apoio das entidades paulistas.

O evento, que ocorreu simultaneamente em 150 cidades, incluindo 27 capitais dos estados e Distrito Federal, expôs estandes com gôndolas em lugares públicos para exposição dos produtos e impostos cobrados.

“O objetivo é conscientizar a população, de forma prática, sobre a elevada carga tributária”, revela Sylvio Gomide, diretor do Comitê de Jovens Empreendedores (CJE) da Fiesp.

Pierre Ziade, coordenador do CJE, acrescenta que a “maioria das pessoas desconhece quanto paga de impostos, e que é preciso uma mobilização nacional que leve, por exemplo, a uma reforma tributária”.

“Na passagem aérea o imposto incidente é de 8,65%. Já no material de construção para casas populares, 49,02%. Qual a lógica?”, pergunta Marcos Andrade, diretor do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Ciesp.

Carga Tributária Brasileira
Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário, a carga tributária brasileira (somatório dos tributos federais, estaduais e municipais arrecadados), em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro semestre de 2008 atingiu 38,90%.

É o maior índice de carga tributária dos primeiros trimestres dos últimos anos. O total arrecadado no trimestre foi de R$ 258,9 bilhões, contra R$ 221,75 bilhões do primeiro trimestre de 2007.

A arrecadação total apresentou crescimento nominal de R$ 37,15 bilhões, tendo os tributos federais crescido R$ 27,39 bilhões, os estaduais R$ 8,71 bilhões e os municipais R$ 1,04 bilhão.

Nos últimos doze meses encerrados em março de 2008, a carga tributária foi de 36,58% do PIB. A Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) teve uma redução de R$ 7,48 bilhões no período, em face da sua extinção.

Confira quanto você paga de impostos no Brasil
 

Kacy Lin, da Agência Indusnet Fiesp
29/09/2008