Empresários avaliam na Fiesp oportunidades de negócios entre Brasil e Taiwan - CIESP

Empresários avaliam na Fiesp oportunidades de negócios entre Brasil e Taiwan

 

 

Tigre asiático é porta de entrada de produtos brasileiros no continente, mas Brasil registra déficit no comércio bilateral em 2008
 
Nesta segunda-feira, 1º de setembro, a partir das 9h, empresários brasileiros e taiwaneses debatem as oportunidades de negócios, investimentos e parcerias comerciais e tecnológicas entre os dois países, durante a 8ª Reunião Conjunta Comitê Empresarial Brasil-Taiwan.
 
O encontro acontece no edifício sede do Centro e da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp/Fiesp). A reunião é organizada pela Fiesp, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a Associação Chinesa de Cooperação Econômica Internacional.
 
Haverá rodada de negócios após painéis de debate, nos quais os empresários vão discutir temas como tecnologia da informação e comunicação, indústria de plástico e maquinário e energia renovável. 
 
Comércio bilateral
Nos últimos dez anos, o montante da balança comercial entre Brasil e Taiwan praticamente triplicou. Saltou de US$ 1,1 bilhão em 1998 para US$ 3,1 bilhões em 2007. No primeiro semestre de 2008, as exportações brasileiras para o país asiático somaram US$ 823,5 milhões, valor superior aos US$ 815,9 milhões embarcados em 2007. Mesmo assim, o Brasil acumula neste ano déficit de US$ 1,1 bilhão.
 
Tigre asiático
Taiwan tem uma população de 23,4 milhões de habitantes. O país, a exemplo de outros como Cingapura e Coréia do Sul, beneficiou-se da oferta abundante e barata de mão-de-obra na década de 1960 para desenvolver a indústria nacional. Investiu pesado em educação e tecnologia, tornando-se um dos Tigres Asiáticos – nomenclatura utilizada para identificar países cuja economia está baseada no desenvolvimento de produtos com alta tecnologia para exportação.
 
No ano passado, o Produto Interno Bruto (PIB) taiwanês foi de US$ 365,3 bilhões e a renda per capita atingiu US$ 31.691,50, mais do que o triplo da brasileira (US$ 9.600). Entre os principais produtos importados por Taiwan estão máquinas, materiais elétricos, combustíveis e óleos minerais, aparelhos de ótica e fotografia, produtos químicos orgânicos, ferro, aço e plástico.  
 
Agência Ciesp de Notícias
29/08/2008