Ciesp-Prominp: ciclo de palestras nas macrorregiões começa nesta quarta (9) - CIESP

Ciesp-Prominp: ciclo de palestras nas macrorregiões começa nesta quarta (9)

O Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), em parceria com a Petrobras e o Prominp, vai realizar 11 eventos nas macrorregiões paulistas, até o dia 1° de julho, para apresentar às indústrias os benefícios e oportunidades de negócios no setor de petróleo e gás.

O ciclo de palestras começa nesta semana, em duas regionais: dia 9/6, em Jacareí, e 11/6 (São Bernardo do Campo). O evento que aconteceria em Osasco, na terça-feira (8), foi cancelado, ainda sem nova data. As outras cidades pautadas para receber o evento são: Jundiaí, Sorocaba, Limeira, Campinas, São José do Rio Preto, Bauru, São Carlos e Sertãozinho.

Veja aqui a programação completa.

Após o ciclo, a Petrobras se comprometeu a levar os técnicos às regionais do Ciesp para atendimento personalizado às empresas associadas que tiverem interesse no cadastramento de fornecedores. Além disso, até agosto, funcionários de toda a rede Ciesp serão treinados pela companhia para poderem oferecer suporte permanente aos empresários.

“Estamos nos engajando nesse programa a fim de viabilizar a participação das indústrias paulistas como fornecedoras diretas ou subfornecedoras. É a Petrobras quem define as exigências de cadastro e qualificação para ser um fornecedor; o Ciesp pretende oferecer um ponto de apoio em todas as Diretorias Regionais para orientar o associado sobre o atendimento de tais exigências e a possibilidade de competir nesse mercado”, pontua Julio Diaz, diretor de Infraestrutura do Ciesp.

Lançamento
A mobilização da indústria paulista para o setor de petróleo e gás foi lançada no dia 11 de maio, na sede do Ciesp, em São Paulo, e reuniu mais de 400 empresários de todas as regiões paulistas. A parceria com a Petrobras prevê a preparação das indústrias de todos os portes e segmentos para se cadastrarem no programa de suprimento da cadeia petrolífera.

Na ocasião, o presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, afirmou que é necessário construir uma política industrial orientada pela demanda, e instigou os empresários a participarem da empreitada da companhia – que pretende dobrar sua produção em dez anos, para 3,9 milhões de barris/dia, contra os atuais 2,33 milhões.

O setor representa hoje 10% do PIB nacional, e deverá aumentar sua participação para 20% até 2020. Segundo a Petrobras, só nos próximos quatro anos devem ser adquiridos 153 novas embarcações e 7 mil equipamentos como turbinas, torres, tanques de armazenagem, filtros e guindastes. Até o final da década, serão 296 novas embarcações.

Mariana Ribeiro, Agência Ciesp de Notícias