Ciesp Campinas apresenta, amanhã (5), projeto de corredor bioceânico na Argentina - CIESP

Ciesp Campinas apresenta, amanhã (5), projeto de corredor bioceânico na Argentina

 Agência Ciesp de Notícias

O Ciesp, a Fiesp e a Fundación ProMendoza realizam nesta terça-feira (5), na Diretoria Regional do Ciesp em Campinas, um seminário para apresentar o Projeto de Infraestrutura e Logística do Corredor Bioceânico em Mendoza – Argentina. Participam os ministros Raúl Mercau, de Produção Tecnologia e Inovação de Mendoza e Francisco Pérez, de Infraestrutura, Habitação e Transporte da província argentina; e diretores de comércio exterior e de infraestrutura do Ciesp e da Fiesp.

Em visita ao Ciesp/Fiesp, em abril, o governador da província argentina, Celso Alejandro Jaque, solicitou participação ativa de São Paulo na construção da rede que facilitará a logística no continente. Na ocasião, ele esteve acompanhado de uma delegação de 15 empresários argentinos, que cumpriram agenda de 200 reuniões de negócios com brasileiros. No encontro, o governo da província costurou com o Ciesp/Fiesp a realização do seminário com objetivo de atrair grandes empresas brasileiras para o projeto.

Centro de logística

Pelo projeto, Mendoza irá se transformar, nos próximos dez anos, em um centro de logística com capacidade de escoar a produção latino-americana para a Europa e aos países asiáticos por meio do Pacífico. O canal conferiria à província uma posição estratégica no Mercosul.

O chefe do Executivo da província pediu apoio da Fiesp para estimular empresas brasileiras a participarem do projeto logístico. Uma das etapas será a construção de um túnel ferroviário de 52 quilômetros de extensão, que ligará Chile e Argentina e facilitará o transporte. A licitação para a obra, que está orçada em US$ 3 bilhões, está prevista para ocorrer no mês de agosto.

Investimento mútuo

Segundo o ministro de Produção de Mendoza, Raúl Mercau, o Brasil poderá ser importante parceiro para suprir a demanda de construção da infraestrutura logística. Da mesma forma, o mercado brasileiro se abre para o país vizinho com as oportunidades em petróleo e gás.

Ricardo Martins, diretor de Relações Internacionais do Ciesp e da Fiesp, acredita que futuras parcerias com empresas argentinas possam atingir 10% da capacidade de investimento da Petrobras no setor – cujo plano de negócios contempla US$ 240 bilhões nos próximos cinco anos. Só as empresas mendocinas poderiam garantir US$ 5 bilhões desse mercado, por meio de parcerias com os brasileiros para transferência de tecnologia.

Os esforços do Ciesp/Fiesp e do governo de Mendoza para promover investimentos mútuos e a integração industrial dos dois estados tiveram início com a missão comercial brasileira à província, em dezembro de 2010.

Outra prioridade da pauta é a conectividade aérea Mendoza-São Paulo, rota que ainda não contempla voos diretos. Segundo o governo mendocino, já há negociações avançadas com a companhia Aerolíneas Argentinas para viabilizar, como primeira etapa, uma interligação parcial com conexão na cidade de Córdoba.

Clique aqui para ver programa tentativo

Serviço
Data: 05 de julho de 2011 – às 09 horas
Local: Diretoria Regional do Ciesp Campinas
Rua Padre Camargo Lacerda, 37