Brasileiro já pagou R$ 400 bilhões em impostos no ano - CIESP

Brasileiro já pagou R$ 400 bilhões em impostos no ano

O brasileiro completou na última segunda-feira (25) a marca de R$ 400 bilhões pagos no ano em impostos federais, estaduais e municipais, como indica o Impostômetro – painel eletrônico que contabiliza o total da arrecadação tributária no país.

Até o final desta quarta (27), os contribuintes terão trabalhado 147 dias somente para pagar os tributos exigidos pelas três esferas de governo.

Para Rafael Cervone Netto, 1º vice-presidente do Ciesp, a elevada carga tributária brasileira – que chegou a 36,56% do PIB em2008, alta de 14% em relação ao ano anterior – reduz significativamente a capacidade de consumo da população.

“O excesso de tributos prejudica nossa competitividade não só no mercado interno, mas também no comércio exterior, com a falta de isonomia em relação aos outros países com os quais concorremos”, avalia Cervone.

Tributos em alta
Segundo o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), os contribuintes brasileiros comprometerão 40,15% da renda bruta neste ano para o pagamento de tributos diretos e indiretos. Em 2008, essa parcela foi de 40,51%.

Para despertar a população sobre a alta carga tributária no país, entidades promoveram o Dia da Liberdade de Impostos, na segunda-feira, em quatro capitais – São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Belo Horizonte. No total, são 83 tributos pagos no Brasil.

“Neste ano, o dia 27 de maio é quando paramos de trabalhar para pagar impostos e começamos a trabalhar para nós mesmos”, afirma Marcos Andrade, diretor-titular do Núcleo de Jovens Empreendedores (NJE) do Ciesp.

“O primeiro ponto importante é saber onde esse dinheiro é aplicado a favor da população. Segundo, se o governo pode cortar despesas para reduzir os impostos. É um custo que temos de pagar, mas se bem aplicado”, acrescenta o 1° diretor-financeiro da entidade, Sylvio de Barros.

Na capital paulista, como parte da manifestação, um posto de combustíveis vendeu gasolina a R$ 1,462 por litro – hoje, em torno de R$ 2,451 no estado de São Paulo. Até 55% do preço final do produto é composto por impostos.

De acordo com a pesquisa do IBPT, hoje se trabalha o dobro do que se trabalhava na década de 1970 para pagar a tributação.

Iniciativa
O Ciesp, por meio do NJE, trabalha há três anos na conscientização da população a respeito da carga tributária, fazendo o Feirão do Imposto no estado de São Paulo, em conjunto com outros núcleos jovens do país.

“A iniciativa é justamente para mostrar para as pessoas a quantidade de imposto existente em cada produto, pois elas desconhecem”, constata Marcos Andrade. “Quando você compra um lápis, por exemplo, na verdade está comprando a metade, porque o resto é imposto”, prossegue o diretor do NJE.

A edição 2009 do Feirão do Imposto acontece no mês de setembro, em mais de 100 cidades brasileiras simultaneamente.

Confira quanto você paga de impostos no Brasil

Mariana Ribeiro, Agência Ciesp de Notícias